Referências Relativas, Absolutas e Mistas: o que são e como se usam

Imagem destaque artigo referências Relativas, Absolutas e Mistas

Já alguma vez viu um cifrão ($) numa célula no Excel e se questionou o que significava? Ou já precisou de os usar para “trancar” células mas nunca percebeu a lógica da sua utilização? No Excel, existem referências relativas, absolutas e mistas. Escolher o tipo de referências certo para cada situação, por vezes é complicado para muitas pessoas. Neste artigo pretendo ensinar-lhe, de forma simples, a lógica que está por trás da escolha de cada tipo de referência.

Perceber a lógica de utilização das referências relativas, absolutas e mistas é essencial para tirar maior partido das fórmulas e funções e tornarmo-nos mais eficientes, tanto é que no meu curso completo de Excel – o EXCELerate Your Skills, é um dos temas que abordamos por serem um elemento tão importante na constituição das fórmulas.

Vou começar por lhe explicar o que é uma referência de célula, qual a diferença entre referências relativas, absolutas e mistas e em que situações usar cada uma.

O que é uma referência de célula?

Mas afinal o que é uma referência de célula? Uma referência de célula corresponde ao conjunto de coordenadas que indica a localização de uma célula. É constituída por uma letra, que indica a coluna e por um número que indica a linha.

As referências são um dos elementos que constituem as fórmulas. Utilizando o tipo de referência certo, é o que permite “arrastar” uma fórmula para outras células e obter o resultado pretendido, fixando as linhas ou colunas necessárias.

Referências Relativas, Absolutas e Mistas

No Excel existem referências Relativas, Absolutas e Mistas, e são identificadas da seguinte forma:

referências Relativas, Absolutas e Mistas

São os cifrões ($), ou cifrõezinhos, ou dólares (muitas pessoas chamam coisas diferentes a estes símbolos) que permitem alternar entre os diferentes tipos de referências. Para o fazer, tem de:

  1. Selecionar a célula que contém a fórmula que pretende modificar;
  2. Na barra de fórmulas, selecionar a referência a alterar;
  3. Carregar na tecla F4:
  • 1 vez para tornar numa referência absoluta – $A$1;
  • 2 vezes para tornar numa referência mista, trancando a linha – A$1;
  • 3 vezes para tornar numa referência mista, trancando a coluna – $A1.

Ou, em alternativa, também pode introduzir manualmente o cifrão ($) no sítio necessário.

Mas já vai entender melhor a utilidade deste símbolo tão poderoso!

Referências Relativas

Por defeito, uma referência de célula é uma referência relativa. Esta tem o aspeto A1 e é uma referência de célula sem o sinal do cifrão ($) nas coordenadas das linhas e colunas, ou seja, é uma referência “livre”.

Isto significa que se copiarmos uma fórmula que tenha uma referência relativa para outra célula, a referência vai-se alterar.

Exemplo 1:

Para perceber melhor o que é disto de referências relativas, vamos ver um exemplo. Temos uma lista de produtos, com o respetivo preço e quantidade vendida e precisamos de saber o Total de Vendas por Produto. Para tal, escrevemos a fórmula =C4*D4, que corresponde ao Preço do Produto A vezes a Quantidade vendida do Produto A:

Exemplo 1 em excel com fórmula de total do preço multiplicado pela quantidade

Para sabermos o valor de vendas dos outros produtos, podemos copiar a fórmula para as restantes células, e vai reparar que as referências alteraram. Por exemplo, para o produto G, a fórmula passou de =C4*D4 para =C10*D10, ou seja, as referências iniciais foram movidas da linha 4 para a linha 10, isto por estamos perante células relativas, que são células “livres” e que alteram consoante o novo destino da célula:

Exemplo 1 em excel com fórmula de total do preço multiplicado pela quantidade - tabela completa

Referências Absolutas

Uma referência absoluta, como $A$1, é uma referência de célula com o cifrão $ nas coordenadas de linha e coluna, estando tanto a linha como a coluna trancada. Se movermos uma fórmula que contenha uma referência deste tipo, esta vai ler sempre à mesma célula.

Exemplo 2:

Imagine que no exemplo anterior, queremos adicionar um desconto de 10% e saber qual o valor com esse desconto. Usaríamos a seguinte fórmula (na imagem seguinte estão apenas referências relativas!):

Exemplo 2 em excel com fórmula de total com desconto - início

Acontece que se arrastarmos esta fórmula para as restantes células, não vamos obter o resultado pretendido, pois a percentagem do desconto, que está na célula F2, vai ser alterada.

Pode ver que para o produto G, o desconto que está a ser aplicado está a ser o valor que está na célula F8, o que não faz muito sentido. Isto acontece porque não fixámos que o desconto era sempre o valor da célula F2:

Exemplo 2 de referências Relativas, Absolutas e Mistas em excel com fórmula de total com desconto - com erros

É para estas situações que as referências absolutas são extremamente úteis. Para quando precisamos de fixar sempre o valor de uma célula.

Para o Total com desconto fazer sentido, teríamos de trancar a célula F2, ou seja, torná-la numa referência absoluta, fixando tanto a linha como a coluna, através dos cifrões ($). Desta forma, teríamos o seguinte:

Exemplo 2 em excel com fórmula de total com desconto - início com correções

Assim, ao copiarmos a fórmula para as outras células, o resultado seria:

Exemplo 2 de referências Relativas, Absolutas e Mistas em excel com fórmula de total com desconto - tabela completa

Assim, quando mover a fórmula, o desconto considerado vai ser sempre o da mesma célula. Pode experimentar copiar a fórmula para qualquer célula da folha e vai ver que vai ser usado sempre os 10% de desconto.

Pode ainda ver que na fórmula que colocámos, temos uma referência relativa (que corresponde ao valor total), porque queremos que o valor total varie consoante a linha do produto, e uma referência absoluta (que corresponde à percentagem de desconto), que é sempre a mesma célula.

Referências Mistas

Uma referência mista, como $A1 ou A$1, é uma referência de célula com o cifrão ($) nas coordenadas de linha ou coluna, ou seja, apenas estamos a fixar ou a linha ou a coluna.

Quando o $ está antes da letra significa que a coluna está trancada, quando está antes do número, é a linha que está trancada.

Dica: Para decorar em que posição deve estar o cifrão para fixar as Colunas ou as Linhas, pode lembrar-se de que no alfabeto o C vem antes do L. Da mesma forma que a coluna é primeiro que a linha, da esquerda para a direita.

Exemplo 3:

Agora além de precisarmos de ver o valor total usando um desconto de 10%, também precisamos de ver qual o resultado se o desconto for 20%.

Vamos pegar no exemplo anterior, e copiar a fórmula que criámos para os 10% e copiar para a coluna dos 20% e ver o que acontece:

Exemplo 3 em excel com fórmula de total com 2 descontos - início

Várias situações aqui:

  • Estamos a usar o Valor Total para aplicar a taxa de desconto? Não…
  • Estamos a aplicar o desconto correto? Não…

Vamos tentar resolver a primeira situação. Como a fórmula estava a usar uma referência relativa para ir buscar o valor total (célula E4 no exemplo anterior), quando copiamos para a coluna do lado, essa célula vai-se mover para a coluna do lado também, passando a ser F4, e não é o que queremos.

Queremos que a coluna considerada seja sempre a coluna E. Para isso acontecer, tínhamos de ter fixado essa coluna, criando então uma referência mista, com a coluna fixa e a linha livre:

Nota: não se esqueça que a maneira mais rápida de alternar entre os tipos de referências é usando a tecla F4.

Exemplo 3 em excel com fórmula de total com 2 descontos - imagem 2 - Referências relativas, absolutas e mistas

Pode ver que agora na fórmula do desconto dos 10%, temos uma referência mista ($E4) e uma referência absoluta ($F$2).

Agora se copiarmos para a coluna do desconto de 20%, já vai estar resolvida a primeira questão. Já considerou a coluna do valor total, que era o que queríamos:

Exemplo 3 em excel com fórmula de total com 2 descontos - primeiro desconto completo

Pode ver que agora na fórmula do desconto dos 10%, temos uma referência mista ($E4) e uma referência absoluta ($F$2).

Agora se copiarmos para a coluna do desconto de 20%, já vai estar resolvida a primeira questão. Já considerou a coluna do valor total, que era o que queríamos:

Exemplo 3 de Referências relativas, absolutas e mistas em excel com fórmula de total com 2 descontos - primeiro desconto completo

A fórmula que vê agora é constituída por duas referências mistas: uma com a coluna trancada ($E4) e outra com a linha trancada (F$2).

Agora se copiarmos esta fórmula para a coluna dos 20% de desconto, já vamos ter o resultado pretendido:

Exemplo 3 de Referências relativas, absolutas e mistas em excel com fórmula de total com 2 descontos - descontos completos

Vamos analisar o produto G: estamos a usar a referência mista $E10, que significa que considerou sempre a coluna E, independentemente da coluna em que está, mas considerou a linha 10, tendo esta alterado, e a referência mista G$2, onde considerou sempre o valor da linha 2 (linha que contém o desconto), mas a coluna altera-se consoante a coluna em que está.

 

Conclusão sobre Referências Relativas, Absolutas e Mistas:

Nos exemplos anteriores, poderíamos ter alterado as células manualmente nas fórmulas, mas esta é a forma mais eficiente de o fazer: perceber o que se tem de manter fixo e o que pode ficar “livre”, para podermos copiar de uma só vez para todas as células!

E agora, já percebeu melhor como usar as referências relativas, absolutas e mistas? Gostava de ver mais exemplos destes aqui pelo Blog? Conte-me nos comentários!

PARTILHE ESTE ARTIGO

Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
MARIA BRAGA

MARIA BRAGA

Licenciada em Gestão e Mestre em Finanças, premiada pela Microsoft com o Prémio MVP (Microsoft Valuable Professional), começou a trabalhar na área da banca, passou pelo mundo das startups até criar o seu próprio negócio. Apaixonada por Excel, pretende ajudar profissionais a tomarem decisões lucrativas, através de Dashboards, e a economizar tempo e aumentar a produtividade com o Excel, através de formações e cursos online.

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CONTACTOS

+351 91 230 94 77

geral@mbi.com.pt

Portugal

NEWSLETTER

MBi – Excelerate Your Business © 2020 | Todos os Direitos Reservados

Inscrições abertas!

O curso completo que o vai ajudar a elevar os seus conhecimentos de Excel (e a sua carreira) para outro nível!

Conteúdos já disponíveis!